Menu fechado

Azul formaliza apoio ao Fadigômetro

Em uma ação que demonstra o compromisso da empresa com o gerenciamento dos riscos da fadiga na aviação, a Azul Linhas Aéreas formalizou o seu apoio ao Projeto Fadigômetro.

Seguindo os passos do CENIPA e da Comissão Nacional da Fadiga Humana, que já haviam referendado o Fadigômetro, a Azul torna-se a primeira companhia aérea brasileira a apoiar a pesquisa que, até o momento, já processou mais de 12 mil escalas de trabalho, perfazendo mais de 1,4 milhão de horas de jornada.

Confidencialidade e métodos de análise

Dois importantes pilares do Fadigômetro são os critérios éticos estabelecidos desde o início para o seu desenvolvimento e ações, dentre eles o anonimato na divulgação de dados e resultados, e as hipóteses e métodos de análises fundamentados na literatura científica.

O estudo tem ABRAPAC, ASAGOL, ATL e SNA como entidades idealizadoras e financiadoras, e conta com a inestimável participação e suporte científico da Faculdade de Saúde Pública, do Instituto de Física e do Laboratório de Ciências da Cognição do Instituto de Biociências da USP, tendo sido aprovado pelo COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA – SERES HUMANOS (CEP) do Instituto de Biociências da USP.

Os resultados iniciais da pesquisa referentes ao ano de 2018 foram publicados recentemente na Revista Brasileira de Medicina do Trabalho.

Saiba mais sobre essas características >>>

O apoio da Azul, além de ratificar a importância da pesquisa para a segurança de voo, fortalecerá a coleta de dados e dará ainda mais robustez às análises estatísticas feitas pelo Fadigômetro.

Como participar

Para adequar o Fadigômetro ao novo alcance possibilitado pelo apoio da Azul, foram acrescidas funcionalidades extras que permitiram a manutenção de uma plataforma única.

Assim, tanto os tripulantes da Azul quanto os das demais empresas poderão aderir à pesquisa em um mesmo endereço, no site do Fadigômetro. Para participar, basta clicar no botão a seguir!

Participar da Pesquisa >>>

A equipe à frente do projeto parabeniza a Azul pela atitude em prol da segurança de voo, e convida todos os seus aeronautas a contribuírem com o monitoramento da fadiga humana na aviação brasileira por meio do Fadigômetro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *